SANTUÁRIO DE SANTA PAULINA - NOVA TRENTO - SC BRASIL


O Santuário de Santa Paulina está situado no município de Nova Trento - SC, a 98 km da capital Florianópolis. É o maior e mais importante santuário dedicado a Santa Paulina no Brasil e no mundo. O mesmo atrai turistas, de cunho religioso e ecológico, nacionais e internacionais, e como nos demais empreendimentos do tipo, oferece sua colaboração religiosa, social e econômica para os que por ali passam ou buscam em torno a esse, fortalecimento para as suas almas ou até o sustento para as suas vidas. 

As atividades próprias do Santuário são levadas pelos Padres do Sagrado Coração de Jesus, mas especialmente pelas Irmãzinhas da Imaculada Conceição – congregação essa, fundada pela então Amábile Lucia Visintainer, hoje conhecida como Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus – considerada a primeira santa brasileira, ainda que não tenha nascido no Brasil. 

A Santa tem ascendência italiana. Filha de Napoleone Visintainer e Anna Pianezzer, que em 1876, imigraram para o Brasil, instalando-se em Vígolo, interior e hoje bairro de Nova Trento - SC. 

Amábile ajudava seus pais na agricultura. Uma jovem de fé viva que se traduziam nos gestos de seu dia a dia. Numa noite, Amábile teve um sonho encantador, onde surgiu uma lindíssima senhora, que lhe falou, mas Amábile não conseguiu entender uma palavra. Angustiada, acordou.
Na noite seguinte, o sonho se repetiu, Amábile encoraja-se e ouve as palavras:
-“Desejo ardentemente que comeces uma obra: trabalhar pela salvação.
-Mas como, se não tenho meios e sou tão ignorante e miserável?” Nisso acorda.
Na terceira noite, a mesma aparição, a Belíssima Senhora pergunta:
“-Filha, que resolveste?
-Servir-vos, minha querida Mãe, mas eu não sou ninguém.
-Dar-te-ei uma pessoa que te ajude. Mais tarde, mostrar-te-ei as filhas que quero te confiar”.

Um dia, numa conversa com Virginia, enquanto moinham fubá, Amábile disse: "-Por que não fazer um casebre para aí rezar, trabalhar e ajudar os pobres enfermos?" Uma vez comprada a ideia, em 12 de julho de 1890, Amábile Visintainer e Virginia Nicolodi acompanhadas por seu pai Napoleone Visintainer e seu irmão Luigi, levam uma idosa cancerosa para um casebre e, com sua companheira, passa a presta-lhe cuidados. Época em que o Pe. Augusto Servanzi, SJ, confia aos cuidados das jovens a catequese, os doentes e a capela de Vígolo. Desse gesto de amor-doação, nasce a Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição.

Madre Paulina, nascida em Vígolo Vattaro, Trento - Itália em 16/12/1865, faleceu em São Paulo - SP, Brasil, em 09/07/1942. Foi canonizada, pelo Papa João Paulo II no Vaticano, em 19/05/2002. Hoje a Congregação, fundada pela Santa, está presente em 16 Estados brasileiros e em 11 países. A Casa Mãe, em Nova Trento tem várias atividades em execução, no âmbito da ação pastoral, saúde, educação, hospitalidade, família e social, voltadas para manutenção da obra, uma das principais é o Santuário, com missas e confissões diárias, porém o dia que tem mais visibilidade é o terceiro domingo do mês, quando se transmite missas pela TV Aparecida (6h) e Rede Século XXI (9h30). Nos demais domingo, missas são veiculadas (10h), por três rádios do Estado Catarinense: Cultura, de Florianópolis; Vale, de Tijucas e Católica de Balneário Camboriú.            

Testamento de Madre Paulina
"Sede bem humildes, confiai em Deus e em Maria Imaculada. Permanecei firmes e adiante. Santa Caridade entre vós e, especialmente, para com os doentes das santas casas, dos asilos, etc. Tende grande amor à prática da Santa Caridade. Está terminada a minha missão. Morro contente. Dou, de todo o coração, a vós todas, a minha bênção."

Para saber mais: clique aqui

Comentários