LIVRO: AMADURECER E CRESCER COMO PESSOA



No último mês de julho participei, em Madrid (Espanha) da noite de autógrafos e lançamento do livro: “Madurar e Crecer como Persona”. A apresentação ficou por conta da Licenciada, Lucero Córdoba e do Autor Engenheiro, Álvaro Encarnación, onde resumidamente nos repassaram o conteúdo que se segue.

O referido livro mostra o amadurecimento emocional versus a imaturidade de muitos jovens e adultos que pretendem viver numa eterna adolescência, fato que faz surgir diversos problemas que impedem o desenvolvimento pessoal e logo, comunitário.

Em sua fala, o Autor baseou-se em um dos princípios do filósofo Platão, o que trata de três faculdades que há no homem: “a razão, que esclarece e domina; a coragem, o ânimo que atua e os sentidos, que obedecem”, relacionando assim RAZÃO e CORAGEM como faculdades principais e determinantes do comportamento humano, concluído que a carência de uma dessas faculdades é o que produz a imaturidade. Ou seja, se temos:

- Razão e + Coragem = Instabilidade;

+ Razão e - Coragem = Desequilíbrio Emocional;

- Razão e - Coragem = Irresponsabilidade.

Estes três resultados são obstáculos que dificultam crescimento pessoal. Estes signos de imaturidade incidem sobre o ser humano agindo da seguinte maneira: A instabilidade que pode ser psicológica, social, sexual, emocional, etc., gerar rebeldia, cólera, narcisismo, dependência e manipulação; o desequilíbrio emocional traz o perfeccionismo, o ciúme (inseguridade que demonstra baixa auto-estima), a instabilidade emocional – passividade, vulnerabilidade, auto-anulação e problemas associados (alcoolismo, drogas, bulimia, etc.) e a irresponsabilidade que leva o ser a indiferença, ao auto-engano, a despreocupação, a inconsciência, a promiscuidade sexual, ao relativismo e a perca de valores.

Diante do exposto podemos ver que a maturidade será o resultado da razão e da coragem, ambos em positivo, e claro, fruto de um contínuo querer ser melhor. A pessoa que deseja crescer precisa de projeto de vida, de sonhos, de metas, de equilíbrio. Há de perguntar-se: Sou como me mostro o vivo de máscaras? Conheço a me mesmo, me amo, me aceito? Quem sou, quais são minhas qualidades e defeitos? Que razões movem minha vida? Onde quero chegar?

A jovem Lucero Córdoba interveio, externando-nos alguns fragmentos chaves da obra em apresentação, que mais do que simples conselhos, apresentam-se como desafios a todos aqueles que desejam crescer como pessoa, o convite era que amadurecêssemos no comportamento, no amor, no bom relacionamento com os demais, libertando-nos das dependências do sexo; que crescêssemos em nossas idéias, aprendendo e valorizando as coisas simples do dia a dia, comprometendo-nos com a boa causa, desfazendo-nos de nossas máscaras e sendo nós mesmos.

Álvoro Encarnación retomou a tribuna e enfatizou que a imaturidade não é uma etapa da vida, mas uma capacidade admirável que nos permite primeiro nos aceitar como somos e segundo ser melhor do que somos a cada dia. A maturidade de uma pessoa não se demonstra com sua idade, com seu caráter, muito menos com seus sonhos, mas em saber viver, enfrentado as situações que o cotidiano apresenta sem perder a sanidade, e crescendo sempre e concluiu seu discurso lembrando a seus leitores que: “A pessoa de êxito se concentra naquilo que deseja na vida, não no que não deseja. Seja dono de sua vida e amadurecerá e crescerá como pessoa!”


Comentários

  1. Esse livro está disponível em português?

    ♥ pacientesensinam.blogspot.com ♥

    ResponderExcluir

Postar um comentário